Polícia Militar do Piauí logo
Apresentação
Fachada do Quartel do Comando Geral em Teresina-PI.
O Piauí possui 224 municípios e, hoje, a Polícia Militar é uma das Instituições que está presente em todos eles, buscando garantir cada vez mais a tranquilidade e a paz do povo piauiense. São 3.212.180 habitantes (IBGE/2017) que são abraçados pela força e coragem dos policiais militares que fazem esta Instituição.

Com natureza de força policial, a missão da PMPI é proteger o cidadão piauiense, fazer cumprir as leis, combater a violência e a criminalidade e preservar a ordem pública em nossa sociedade. É preciso promover a Segurança Pública através das diversas modalidades de polícia ostensiva, respeitando os princípios da Constituição Federal, principalmente a dignidade da pessoa humana - dentro e fora da Corporação - envolvendo a sociedade piauiense na construção de um modelo de polícia que atenda aos seus anseios, realizando suas diversas ações policiais com respeito aos direitos humanos e participação social no Estado do Piauí. É imprescindível valorizar as pessoas e principalmente o policial militar e destacar valores como a participação social, a responsabilidade, a hierarquia, o respeito, a disciplina, a inovação, a liderança, a participação e humanização que possam inspirar as ações de todos os homens e mulheres que compõem nossa Corporação honrosa e trabalhadora.
 
São objetivos da PMPI: prevenir a violência, a criminalidade e a desordem, contribuindo para o fortalecimento da sensação de segurança nas áreas urbanas, rurais e no trânsito; diminuir a criminalidade violenta de forma efetiva por meio de intervenções qualificadas; ampliar a qualidade na prestação dos serviços de segurança pública; promover a atividade de inteligência de segurança pública aplicada à atividade finalística; instituir uma gestão por processos com modernização organizacional e aplicação da tecnologia da informação, agregando valor à satisfação do cidadão; aperfeiçoar a gestão logística; melhorar a qualidade do gasto público e aprimorar a captação de recursos financeiros; modernizar o sistema de comunicação organizacional; promover a saúde e o bem-estar do público interno com enfoque na melhoria do desempenho do policial militar; aperfeiçoar o gerenciamento dos recursos humanos; expandir a capacidade dos sistemas de informação organizacional e a criação de soluções tecnológicas; e promover o desenvolvimento da gestão do conhecimento.
 
Com um efetivo de mais 6 mil profissionais lotados em 26 Batalhões e 8 Companhias Independentes em Teresina e em municípios do Interior do Estado, hoje, a Polícia Militar do Piauí trabalha estrategicamente em 3 níveis de policiamento.  O 1º nível abrange as ações do Comando de Polícia Comunitária, do qual fazem parte a Companhia Independente de Policiamento Escolar (CIPE) e as Coordenadorias Estaduais do Proerd e dos Pelotões Mirins, onde há um contato direto do policial com as comunidades, em especial com crianças e adolescentes, na busca de um serviço com mais qualidade e humanização, focando prioritariamente a prevenção primária. O 2º nível de policiamento remete-se ao policiamento ostensivo ordinário, que é estruturado pelos batalhões operacionais que utilizam a polícia ostensiva, sendo esta nossa missão constitucional, envolvendo patrulhamento, fiscalizações e segurança de Entidades em geral.  O 3º nível é o nível especializado, ligado à repressão, quando a situação assim requer, atuando sob o Comando de Policiamento Especializado (CPE), por meio de suas unidades, além do trabalho das diversas forças táticas da PMPI existentes nas unidades do interior e da capital.  É por meio dessas ações, estratégias e diretrizes que estruturamos nossa Instituição, ao tempo em que sabemos e perseguimos nosso maior objetivo, que é garantir a segurança de todos os piauienses.

Mapa PI PMPI